domingo, 16 de janeiro de 2011

Muito prazer, Chanel.


"Para Coco, consciente dos olhares desdenhosos que está atraindo, as outras parecem ridículas em suas plumas e penas, nos vestidos de tafetá ou de veludo pesado. Se querem parecer caixas de chocolate, é um problemas delas, Coco reflete. Quanto a ela, prefere parecer mulher."


Trechinho do livro que comecei a ler ontem .
Que mulher instigante. Será petulancia ou simplesmente, Gabrielle encontrara a medida exata da feminilidade?


Confesso que nunca fui muito fã de Chanel e prefiro o Omnia - Bvlgari e Light Blue - Dolce & Gabbana. Sei lá, sentia um certo preconceito... Acho que na verdade, tambem agia como as ¨caixas de chocolate¨. Mas depois de ter assistido o filme Coco Before Chanel e ter ganho o livro, apaixonei!

Claro que não vou sair feito uma louca pra comprar Tudo da Chanel, nem se tivesse todo o dinheiro do mundo. Quem sabe, se economizar bastante (com essa crise que não passa nunca, vai demorar muuuito) dá pra garimpar uma bolsa num brechó (no Japão, brechó é coisa de rico).
Depois de conhecer um pouquinho da vida dela, voltei a ser vaidosa e querer estar sempre bonita. Não importa se vai lavar roupa ou ir a uma festa, tem que estar sempre perfumada e deixar a camisola pra hora de dormir.
Outra coisa que aprendi, é tomar café na xicara. Em casa, sempre tomei café em copo de vidro, porque achava aconchegante (?) e cabia mais (viciadissima em café). Até comprei um jogo novo de xicaras - de vidro, super charmosas, rsrs.


Nenhum comentário:

Postar um comentário