domingo, 26 de junho de 2011

Transporte no Japão # Lata de sardinha no Japão é caviar


Todos os dias, pego o trem que sai às 7:16. Às vezes, quando saio atrasada de casa, pego o das 7:29. Em ponto. Aqui, trem raramente se atrasa e quando acontece, durante TODO o trajeto, eles informam quanto tempo está atrasado e pedem desculpas. Se voce tiver o azar (ou sorte, no caso de VOCE estar atrasado)de  pegar um desses, vai ficar ouvindo quantos minutos  vai chegar atrasado no trabalho e assim, poder pensar na desculpa que vai dar pro chefe.

Rotina diária:

  • saio de casa às 7:07, 7:08, 7:09, 7:10 - depende do meu animo
  • estação de casa - 7:16 ~ 7:36 - quando to com preguiça ou enrolo pra sair, pego o das 7:29
  • estação para troca de linha - 7:54 ~ 8:14 - na troca de linha, quando pego o das 7:29, tenho 6 minutos pra sair do trem, subir as escadas, passar pela catraca, comprar outro bilhete, passar a catraca, descer as escadas, entrar no trem e se der tempo, dar uma respirada e jurar nunca mais pegar o das 7:29.
  • parada pra comprar uma barrinha de cereal (viciei)
  • chego na fabrica 8:35
  • entro na seção 8:45
  • saio da seção 22:10
  • estação da fábrica - 22:29 ~ 22:49 - pra pegar esse horario, corto a fila do cartão de ponto, vou tirando o uniforme no corredor, subo as escadas, arrombo a porta do armario, coloco o uniforme no cabide, vou falando tchau pras pessoas, desço as escadas (5 andares, quase cem degraus), troco de sapato, atravesso a linha de trem, ao invés de ir pela passarela, compro o bilhete, passo a catraca, e entro no trem. Ufa!! Hoje deu tempo, penso. 
  • estação pra troca de linha - 22:58 ~ 23:18
  • chego em casa às 23:30 - na volta, tento andar depressa, mas as pernas não me obedecem, coitadas...
  • jantar às 23:40 - nem tomo banho antes, porque o Lucas fica me esperando pra jantar, chego em casa, falo "oi, Lu. Vamos jantar?"
  • cama...
  • levanto às 6:00 - mas já acabou a noite??? 

Entendendo o sistema de transporte japones

  • Terremoto seguido de tsunami - 11 de março 2011



Repararam que todos estão aguardando nas catracas, de forma organizada e silenciosa? Que nas escadas, estão sentados deixando espaço pra passagem?
Tenho vontade de chorar ao ver essas imagens. Não vejo passividade nem indiferença, mas respeito. Respeito à dor das pessoas atingidas. Respeito ao próximo, ao seu país.
Não vejo pessoas chorando histericas ou indignadas por esperar horas até poderem voltar pra casa. Muitas pessoas passaram a noite nas estações.



  • Comprando o bilhete


mapa
tabela periodica
Parece a tabela periodica, mas ao invés de formulas quimicas,  estações. Nem todos os mapas trazem o nome das estações em letra romanizada e se voce não lê kanji nem fala japones, corre o serio risco de se perder. Decifrar um kanji é mais complicado que descobrir a formula de um actinidio.
Se voce estiver familiarizado com trem ou metro de outros países, vai conseguir entender mais facilmente. Eu sou bicho do mato, só andei de metro quando era criança e nessa época,  era puxada pela mão e não precisava me preocupar em achar a cor certa, nem a direção a seguir.


Se não conseguir entender,  procure levar o nome da estação ou cidade ou uma referencia - museu, aquario, ginasio de esportes por exemplo - escrito em um papel e mostre ao atendente. Em algumas estações não tem cabine, só essas maquinas automaticas, então compre o bilhete de menor valor e quando chegar ao destino, pague a diferença, na cabine ou nas maquinas de ajuste de valor.
Mas não escreva nome de loja comercial ou loja de conveniencia, porque tem uma em cada esquina.
"Ah, eu moro do lado do 7 Eleven, mas preste atenção, porque na minha rua tem 3".


Ao comprar o bilhete, preste atençao às placas de horario e plataforma. 


Em alguns trens, existem esses mostradores indicando a proxima parada. 



Dica: não aceita moedas de ¥1 ou ¥5. Se usar moedas de ¥10 , o maximo que aceitam é 20 moedas.
Outro dia, levei um monte de moedas de ¥10 e fui colocando, quando começou a devolver, pensei que a moeda não era "boa" e fui trocando e nada, continuava caindo.
Interfonei para o guardinha e falei que não estava aceitando minhas moedas. Pensem... às 7 da manhã ninguém está com o cerebro funcionando direito. O homem falava e eu não entendia. De repente, acho que acordei e entendi. Coloquei 20 moedas de ¥10 = ¥200 . Ele falou pra eu comprar o bilhete de menor valor - ¥180  - e pagar a diferença antes de passar pela catraca na estação onde iria desembarcar.
Dica:  um segundo aqui no Japão é um segundo. Preste atenção ao horario. Eu fiquei conversando com o guardinha e me esqueci do horario, quando consegui entender o que era pra fazer, o trem partiu e eu fiquei acompanhando com os olhos ele indo embora...


  • meu vizinho não fala comigo



Todo japones tem um celular e ao entrar no trem, eles tiram do bolso, da bolsa, da mochila e ficam assim, durante a viagem toda. Depois que habilitei o serviço de SMS no meu, também entrei para o clube, fico trocando caretinhas com o Beto ou Lucas.
Achei muito lindo uma velhinha, acho que perto dos 90 anos, que viajava SOZINHA, atender o celular-rosa-com-penduricalhos e falar que estava no trem e que mais tarde retornava a ligação. Fiquei de boca aberta quando ela começou a passar email e acessar a internet.


Tem coisas que não se deve fazer em publico, pelo menos, na minha opinião. É muito desconfortável ver uma mulher puxar a palpebra para passar rimel ou lapis, ficar passando corretivo até a ultima pinta desaparecer, lutar com a colinha dos cilios postiços. Kimochi warui, eu diria.
Acho que a mulher deve manter em segredo alguns truques de beleza. Acorde mais cedo e faça a maquiagem em casa. Antigamente, era sinal de elegancia, uma moça retocar o batom. Era sexy.
Hoje, pra passar o batom, fazem careta e arreganham os dentes, horrivel...
Passar um lenço pelo rosto, pra secar uma lagrima ou conter um pingo de suor era tão bonito. Hoje, passam lenços umedecidos pelo rosto e pescoço, parecendo que estão limpando bumbum de bebê.
Só falta cortar as unhas e passar esmalte dentro do trem, ou fazer escova.


Adoro viajar quando o trem está assim. Dá pra ver a paisagem, relaxar, curtir a viagem.


  • Eu quero!



Agora não precisa mais arrombar o cofrinho pra comprar um suco ou pagar o trem. Aquela desculpa que esqueceu a carteira não cola mais. Pratico, rapido, mas impessoal. 
Ainda continuo usando minhas moedinhas pra comprar uma agua e o bilhete do trem, mas sinceramente, gostaria de não ter que ficar parando nas maquinas automaticas de venda de bilhetes, por causa do tempo e das filas. Mas como sou um pouco distraida, teria que amarrar o celular no pulso. Imagine não levar dinheiro e perder o celular. 

  • Viajou? Não esqueça do presente para os amigos.



Aqui é tradição. Viajou, tem que trazer presente para os parentes, amigos e colegas.
Quando viajo, sempre compro mas acabo comendo tudo. Como é muito caro essas caixas de bolachinhas,  compro no maximo duas. Chegando em casa, tento experimentar só um, mas não resisto, como a maioria. 
Na fabrica, na epoca dos feriados, sempre tem bolachinha pra comer. Às vezes, não concordo com esses presentes, pois são o termometro do seu relacionamento. Se não ganhar, é porque voce não é considerada como amiga. Eu fico no meio a meio. Nunca dou, então não fico chateada quando não ganho.


  • Não basta comer caviar, tem que saber saborear


(...)Recentemente eu vi o resultado de uma pesquisa que mostrava as coisas que mais aborrecem os próprios japoneses dentro do trem. Pelo resultado, creio que já dá para se ter uma idéia do que é andar de trem no Japão. Vamos às mais votadas:
1位【乗車時にちゃんと並ばず、割り込んで乗車】(65.2%)
1. Não ficar na fila na plataforma e furar na hora de embarcar
2位【携帯電話で話している】(57.1%)
2. Falar ao celular
3位【足を広げて座席に座っている】(52.9%)
3. Abrir as pernas quando sentado 
4位【知り合い同士、大声で話している】(41.3%)
4. Conversar em voz alta
5位【ヘッドホン・イヤホンからの音漏れ】(40.6%)
5. Ouvir música  a tal ponto que quem está do lado possa ouvir também
6位【電車のドア付近に立って、降りる人の邪魔になっている】(40.5%)
6. Ficar feito um dois de paus na porta e atrapalhar quem quer descer
7位【化粧をしている】(32.4%)
7. Maquiar-se
8位【鞄・リュックなどを手に持たず、背中に背負ったまま】、【新聞・雑誌などを広げて読む】(31.3%)
8. Ficar com bolsa ou mochilas nas costas, ler com a revista ou jornal escancarados




Não sei se ainda está valendo, mas em determinados horarios, somente mulheres podem embarcar, devido a casos de assedio.


Beber bebida alcoolica, comer, falar alto, ouvir musica alta é pra se fazer no bar. Se voce está feliz ou comemorando, nem todos partilham desse momento. Tem gente cansada, com dor de cabeça, triste, que brigou com o namorado, que quer dormir ou ler.


Mulher fala!, adora discutir a relação, não dispensa uma fofoca, mas por favor, respeite nossos ouvidos. Eu não estou interessada no caso da vizinha, não estou interessada no que vai cozinhar no jantar, nem quero saber se seu marido gastou todo o dinheiro no pachinko ou no sunaku.

Nos trens tem lugares prioritarios e tem um adesivo na janela indicando a quem se destina e um aviso "Não usar o celular nesses lugares".

As pessoas não respeitam os idosos, gestantes, pessoas com crianças de colo ou deficientes e acidentados, mas respeitam o aviso, normalmente não falam ao celular.
É incrivel as gestantes terem que usar um chaveiro dizendo que estão gravidas para não terem que pedir o assento, é um "aviso"  para os outros se levantarem e cederem o lugar. O problema é que alguns espertinhos fingem que estão dormindo e não se levantam. Usam essa estrategia com os idosos tambem.



Uma vez, eu estava sentada nesses bancos e entrou uma gravida, mas eu não vi, estava distraida. Quando me virei, aquela barriga enorme estava bem no meu nariz. Claro que me levantei na hora e dei o lugar, os outros nem se mexeram, continuaram  no celular ou dormindo.
Na sexta feira, entrou um velhinho, e fiquei com receio de ele se ofender ao oferecer o lugar, então fiz de conta que ia descer e falei doozo e apontei o banco. Ele se sentou rapidinho, só estava esperando eu me levantar. Fiquei com raiva de uma mulher ao lado dele, de olho no meu lugar também e se eu não tivesse ficado na frente dela,  com certeza se sentaria.

Como já estive gravida duas vezes e estou no caminho da melhor (?! quem inventou isso?) idade, entendo a necessidade de viajar sentada.





2 comentários:

  1. Nossa! Ótimo o post Claudia! Muito bom mesmo! Vc deveria investir mais na divulgação do blog porque é sugoi as coisas que vc escreve!
    Vou dar um help na medida do possível :3
    As fotos, vc tirou?! já tentei tirar fotos no trem mas o pessoal olha um tanto quanto torto, desisti :(
    Beijos :*
    -gih.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado mesmo, Gih! Nem to tendo tempo pra fotografar... essas fotos encontrei na web.

    ResponderExcluir