sábado, 17 de dezembro de 2011

Se o barquinho virar...



E eu deixo o barquinho me levar.
Azul, quando estou feliz.
Amarelo, quando quero solidão.
Vermelho... ah! o vermelho é um perigo, a paixão joga os remos na agua e não tem pressa de voltar.
Barquinho verde é o meu preferido, é onde posso ser eu mesma, pena que ele raramente me leva para passear.

Nenhum comentário:

Postar um comentário