sexta-feira, 31 de agosto de 2012

De cara limpa


Esse post, escrevi para o www.thebeautygeek.net, que ainda vai ser publicado. Vai ser um spoiler tremendo, mas eu queria muito publicá-lo aqui, então, enquanto aguardo a publicação lá, vocês podem conferir por aqui. Ah! e podem curtir os posts das meninas enquanto isso, ok?





Nossa, adorei essa menina!
Concordo com TUDO o que ela falou, mas sou escrava de um lápis de olho. Desde os meus 15 anos, eu NÃO saio de casa sem passar, simplesmente não consigo. É como sair de casa pelada. Duas coisas me fazem sentir segura: óculos (óbvio, né?) e lápis de olho.
Quando acaba o lápis e não tem jeito, tenho que sair de casa, evito olhar para as pessoas. Paranóia total! Insegurança pura!
Às vezes, ao acordar, o Beto (meu super marido) me olha e diz "você é linda até com o olho inchado de tanto dormir" ou "você fica bonita até com o cabelo despenteado". E de manhã, eu estou com A CARA LIMPA, mas mesmo assim,  me sinto insegura quando não passo o lápis, afinal marido é marido, né? Acha a gente linda até careca e desdentada.
Mas depois que assisti esse vídeo, passei a pensar e a querer mudar. Passamos maquiagem para nos sentirmos bem; desejadas; admiradas. Passamos maquiagem para mostrar ao nosso marido, namorado, ficante, que queremos ficar lindas para eles, mas em primeiro lugar, para nós mesmas. Nos maquiamos até para mostrar àquele ex-, que não soube nos valorizar, que quem perdeu foi ele!
Eu não sou um bebê que precisa do ursinho pra se sentir seguro, muito menos aquela new rich que precisa exibir a bolsa da Hèrmes, com designer do Ginza Tanaka, que têm 2.000 (!) diamantes, alça removível que pode ser usada como colar ou pulseira e 8 (OITO!) diamantes em formato de pêra que podem ser usados separadamente, para se sentir... rica.
E uma coisa, a De tem razão, se a gente usar maquiagem (de festa) todos os dias, que impacto de OH! vai ter em uma festa? Conheço algumas meninas que vão para a fábrica, parecendo que após o trabalho vão direto para uma balada. A diferença é que usam sapato de segurança com ponta de ferro ao invés de um salto agulha.
Eu não deixarei de usar meu amado lápis, mas quando for inevitável sair sem ele, nunca mais deixarei de olhar nos olhos das pessoas, afinal o que encanta é o olhar e não a cor do lápis ou da sombra ou do batom.


E se você ficou curiosa pra ver a bolsa linda, maravilhosa, magnífica, aqui está ela:

Infelizmente, algumas das bolsas mais caras do mundo são feitas de peles de animais - crocodilo, marta, chinchila...

Nenhum comentário:

Postar um comentário